Variação de tonalidade

. .

Cada espécie de madeira possui uma identidade de veios e cores particular. A madeira possui uma coloração distinta e com diversas tonalidades, que nada mais é que o resultado da infiltração de materiais na célula e na parede celular (tanino e resinas) que foram depositados especialmente no cerne da madeira. As madeiras de cores escuras, se dão por algumas substâncias tóxicas aos fungos apodrecedores e insetos. Dependendo da localização da parte extraída da árvore, é possível ter mais ou menos tonalidades em relação ao todo. O centro da tora (cerne) na generalidade é mais escura e nas extremidades da tora (alburno) são mais claras. A coloração da madeira também depende da idade da árvore e do corte realizado. Nenhum material sintético consegue reproduzir em excelência a variação de cores e veios da madeira, tornando-se uma matéria-prima diferenciada. Diante do exposto, conclui-se, que a variação de tonalidade da madeira é impecavelmente aceitável, pois se trata de um produto natural.